Alexandre Pato vai pagar tratamento de blogueira com câncer; vaja fotos

Abr 25

Nara Almeida foi diagnosticada em 2017; chances de sobrevivência são de 10%

 

Nara Almeira, 24, é modelo e tem quase quatro milhões de seguidores no seu Instagram. Apesar dos posts de moda e beleza, o perfil da moça começou a crescer quando ela decidiu relatar na rede social que enfrenta uma doença grave: o câncer. Desde então, Nara compartilha notícias diárias sobre seu tratamento na plataforma e toca o coração de muitas pessoas. Dentre eles, o do jogador brasileiro Alexandre Pato.

Em seu perfil no Instagram, Nara revelou na última terça-feira (24), que o atleta irá pagar seis meses do seu tratamento.

Confira o texto escrito por ela:

“Hoje começa uma nova fase na minha luta contra o câncer. Finalmente vou tomar a primeira dose de imunoterapia! Depois de muitos exames e muita preparação meus médicos encontraram um medicamento que vai me fazer realmente bem e tenho a chance de salvar minha vida.

Como muitos já sabem o remédio custa muito caro e depois de muita insistência, infelizmente, não obtivemos resposta do governo e não posso esperar. Então, fui para luta. Estamos nos esforçando ao máximo para conseguir juntar dinheiro suficiente para pagar os exames e a dose do medicamento.

Mas Deus como sempre coloca anjos na minha vida e dessa vez colocou o Pato. Ele se dispôs a pagar 6 meses de tratamento (oh Glória) e a clinonco que fez a doação de 3 doses do medicamento. Só Deus sabe a emoção que foi quando tive a confirmação de que eles iriam de verdade ajudar a salvar minha vida, SÓ GRATIDÃO!

Agora vamos torcer para esse medicamento fazer um efeito maravilhoso e eu me livrar dessa doença e acabar com esse sofrimento. Já faz um mês que estou na UTI e ficarei o tempo que precisar se for para o meu bem.

Vamos continuar vendendo camisetas e aceitando doações de quem quer ajudar pois, infelizmente, temos custos com exames e outras milhares de coisa que o plano não cobre! Mas não estamos fazendo nenhuma Vakinha e nem divulgando contas bancárias —  cuidado com as vakinha e contas fakes.

Enfim, estou muito confiante, cheia de esperanças e gratidão a Deus e a todos que me apoiam e acreditam na minha recuperação. Por mais difícil que pareça o problema, com Deus sempre haverá uma solução, eu entreguei minha vida e meus planos nas mãos de Deus e sei que ele tem o melhor para mim. Só peço sabedoria e paciência para aguentar os dias difíceis, mas creio que no final tudo irá dar certo e vou sair disso muito fortalecida e pronta pra ajudar outras pessoas.

OBRIGADA Deus, universo, família, equipe médica, Pato e a vocês por todo apoio! Juntos somos mais forte”, escreveu na rede social"

Recentemente, Nara passou por uma crise alérgica por conta dos medicamentos. No dia 13 de abril, a modelo compartilhou na rede social as consequências disso e mais de 800 mil pessoas viram a publicação.

 

A doença
A modelo divide seu tratamento desde agosto de 2017. Tudo começou em março do ano passado, quando ela sentiu uma forte dor no estômago. Após vomitar tudo o que comia, resolveu ir atrás de ajuda.

Sem plano de saúde, pagou do próprio bolso uma consulta. O médico notou uma úlcera, pediu exames e passou uma bateria de antibióticos. Além disso, pediu uma endoscopia e uma biópsia para entender melhor o caso. Quando checou o resultado desse último exame, veio o resultado: era câncer. 

Após o diagnóstico, ela ficou internada no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), hospital público que é referência nesse tipo de tratamento no país.

Nara chegou a fazer três sessões de quimioterapia. O objetivo inicial era reduzir o tamanho do tumor e, então, realizar uma cirurgia no estômago. Porém, durante o processo, ela teve uma hemorragia e o tratamento não apresentou os resultados desejados. Exames realizados mais recentemente revelaram metástase no peritônio e invasão no pâncreas.

Seu tumor, provocado por uma mutação genética, é raríssimo em mulheres com menos de 25 anos (possibilidade de incidência de 1,5% nessa faixa etária). As chances de cura são de 95%. No caso de metástase no peritônio, o índice cai para 10%. É nessa última estatística que Nara se enquadra.

Situações como a dela são bem raras. “O câncer de estômago mais comum se chama adenocarcinoma, responsável por 90% dos casos”, diz Ulysses Ribeiro Jr., chefe do serviço de cirurgia torácica do Icesp. “O pico de incidência se dá após os 60 anos devido a fatores como tabagismo, grande ingestão de alimentos salgados e inflamações bacterianas", destacou. 

Dia a dia
Apesar de estar internada há um mês, não falta amor na vida da modelo, que vive rodeada de família, amigos e do namorado, Pedro Rocha. A jovem vive hoje com a sogra, Roseli, o namorado, Pedro, e a mãe, Eva Maria.

Nara e Pedro estão juntos há menos de um ano e se conheceram em uma festa. A mãe do rapaz, Roseli Rocha, deixou sua residência em Valinhos, no interior de São Paulo, para ajudar Nara na rotina.  Roseli confessa que já era envolvida com a causa antes mesmo de conhecer a moça. “Eu era voluntária de um hospital oncológico em Campinas”, conta.

Fonte: Correio da Bahia

Loading...

Categorias

Últimas Postagens

Título da postagem com limitação de caracteres.

Subtítulo da postagem com limitação de caracteres.

Notícias de Última Hora