Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Helicóptero com equipe da TV Globo cai em Recife e triste notícia abala o país



    O helicóptero da TV Globo no Pernambuco, ‘Globocop’, caiu na manhã desta terça-feira (23), nas proximidades da Praia do Pina, localizada na Zona Sul do Recife. Segundo informações do site ‘G1’, o acidente teria ocorrido logo no início da manhã, por volta das 6h15. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), divulgou em nota, que três pessoas ocupavam a aeronave. Infelizmente, duas das três acabaram morrendo. A vítima sobrevivente foi levada com urgência para uma unidade hospitalar localizada no centro da cidade pernambucana.


    Ainda segundo informações, dois dos que ocupavam a aeronave, trabalhavam para a empresa Helisae, que é uma prestadora de serviços da TV Globo há quase 16 anos. O comandante Daniel Galvão, era o responsável pelo comando da aeronave. Daniel morreu ainda no local. A outra vítima fatal foi a 1ª sargento da Aeronáutica Lia Maria Abreu de Souza, que ainda chegou a receber o socorro médico, porém, veio a falecer minutos depois de dar entrada em uma unidade de pronto atendimento.


    No hospital, o operador de transmissão Miguel Brendo Pontes Simões, que era um dos ocupantes da aeronave, encontra-se em estado grave e sua situação é considerada bastante delicada.



    Acidente com helicóptero da TV Globo deixa vítimas fatais

    A informação é que o helicóptero tinha acabado de fazer algumas imagens para o telejornal matinal ‘Bom Dia Pernambuco’, desta terça-feira. Os responsáveis pela aeronave informaram que a mesma havia passado por revisão na semana anterior e antes da queda, já havia feito outros voos, sem apresentar quaisquer erros ou falhas.

    O técnico de enfermagem do Samu, Valdemir, informou em uma entrevista para o jornal local, que quando chegou ao local do ocorrido, recebeu a informação de que havia quatro tripulantes. Foi ele quem divulgou o número de mortes e feridos, informando que uma mulher havia morrido quando ainda passava pelo processo de reanimação.

    Quando ocorreu o acidente, havia uma leve chuva sobre a cidade. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para trabalhar no resgate. Foi preciso o uso de motos aquáticas para o processo de localização da aeronave. Algumas testemunhas também ajudaram passando informações.



    O capitão do Corpo de Bombeiros, Romedrico Pereniz, informou que não havia sinais de explosão da aeronave, pois não foi encontrada nenhum vestígio de chamas ou queimaduras. Segundo ele, o que acarretou na morte das vítimas foram as lesões que cada um acabou sofrendo com o impacto da queda.

    As vítimas foram encontradas com várias lesões, fraturas, hemorragias, cortes, porém.




    [email protected]