Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Protagonista de 'O Outro Lado do Paraíso' tem derrame e fica entre a vida e a morte

    Duda (Gloria Pires) em cena; dona do bordel vai parar na UTI em O Outro Lado do Paraíso - Reprodução/TV Globo

    Personagem de Gloria Pires, Duda vai ficar entre a vida e a morte após ser desmascarada em um tribunal. A dona do bordel de O Outro Lado do Paraíso será presa e quase condenada por matar Laerte (Raphael Vianna). Ela contará por que forjou a própria morte sem dizer seu nome. Adriana (Julia Dalavia), então, revelará a todos que ela é sua mãe. Duda desmaiará e será socorrida com o início de um AVC (Acidente Vascular Cerebral). 

    A farsa envolvendo a personagem vai começar a desmoronar quando ela estiver na prisão. Patrick (Thiago Fragoso) assumirá a defesa de Duda a pedido de Clara (Bianca Bin). Logo a polícia descobrirá que a detenta usa um nome falso. Adriana, assistente de Patrick, será convocada para ajudar no processo e irá para Palmas.




    Mãe e filha ficarão cara a cara várias vezes, mas não vão se reconhecer. Só no tribunal ao ouvir o sobrenome da herdeira é que Duda verá que a advogada é a sua filha caçula. Reconhecida por Henrique (Emílio de Mello), Natanael (Juca de Oliveira) e Jô (Bárbara Paz), que irão ao julgamento conferir o desempenho de Adriana, Duda decidirá abrir a boca e contar como foi considerada uma pessoa morta.

    Adriana ouvirá tudo atentamente e terá certeza de que Duda é sua mãe quando ela confirmar que sua morte foi forjada na explosão de uma lancha. "Eu sei o nome dessa mulher. É Maria Elizabeth Montserrat. Minha mãe", falará a advogada. "Minha filha", balbuciará Duda, que desmaiará.

    Correria para salvar a vida de Duda
    A audiência será suspensa. Renato (Rafael Cardoso) dará os primeiros socorros, constatará que é grave e acompanhará a paciente até o hospital. A personagem de Gloria Pires será colocada em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva).




    "Ela teve um princípio de AVC. Por sorte foi socorrida a tempo", contará Renato. "Eu quero falar com ela", pedirá Adriana. "Não pode. Tá sedada. Mesmo que não estivesse, não deve sofrer emoções intensas", responderá o médico.

    "Todos nós estamos abalados, minha neta. Agora é esperar. Doutor, ela tem chances de sobreviver?", indagará Natanael. "Por enquanto, a situação é crítica", esclarecerá Renato. "Eu faço questão de pagar todas as despesas. Quero que ela tenha o melhor tratamento possível", dirá Clara. "É generosa. Mas o tratamento será todo por minha conta", afirmará Henrique.

    Adriana apoiará o gesto do pai, enquanto Jô vai criticar o marido. "Mas ela sumiu, se fez passar por morta. Você ainda mantém algum laço?", reclamará a loira. "Eu não sei o que aconteceu. Mas eu a reconheci no momento que entrei no tribunal. Bete. É como se ela houvesse ressuscitado. Bete, minha mulher", comentará o diplomata.

    As cenas vão ao ar dia 23.