Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Menina de 9 anos tenta fugir e cai do 3º andar



    Uma menina de 9 anos ficou ferida após cair do terceiro andar de um prédio em um conjunto habitacional no Jardim Heitor Rigon, em Ribeirão Preto (SP), na manhã desta segunda-feira (11). Ela foi socorrida e permanece na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE).


    Segundo a Polícia Militar, a garota e os irmãos, de 10 e 11 anos, foram deixados no apartamento pela mãe, que estava trabalhando no momento do acidente. As crianças contaram que tentavam sair pela janela do quarto usando uma corda feita com lençóis amarrados.

    PUBLICIDADE

    Ainda de acordo com a PM, a irmã mais velha disse que os três queriam fugir de uma vizinha, que havia discutido com a mãe delas no domingo (10) e as ameaçou na manhã desta segunda-feira. A mulher, inclusive, danificou a porta do apartamento da família com um pedaço de pau.

    Irmãos fizeram corda com lençóis amarrados para fugir do apartamento em Ribeirão Preto (Foto: Paulo Souza/EPTV)

    “A irmã mais nova foi a primeira a descer, porém, o lençol não aguentou e cedeu com ela pendurada, e ela veio a cair ao solo. Segundo as informações dos policiais que chegaram primeiro ao local, ela estava com fortes dores no abdômen, mas estava consciente”, disse a tenente da PM Helena Maria Balduíno de Morais.


    A menina foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao HC-UE, onde permanece em atendimento. Os irmãos dela não ficaram feridos. A tenente da PM afirmou que a vizinha deve ser responsabilizada pelo acidente, assim como a mãe das crianças, por deixá-las sozinhas no imóvel.

    PUBLICIDADE


    “Ela deixou de proteger as crianças, que é dever dela como mãe. Essas crianças deveriam estar ou com a avó, uma babá, ou em uma creche, não poderiam estar sozinhas. Em segundo lugar, o dano da vizinha na porta, e essa ameaça de que ela iria entrar para agredir as crianças, segundo a menina”, disse.


    A menina foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao HC-UE, onde permanece em atendimento. Os irmãos dela não ficaram feridos. A tenente da PM afirmou que a vizinha deve ser responsabilizada pelo acidente, assim como a mãe das crianças, por deixá-las sozinhas no imóvel.


    “Ela deixou de proteger as crianças, que é dever dela como mãe. Essas crianças deveriam estar ou com a avó, uma babá, ou em uma creche, não poderiam estar sozinhas. Em segundo lugar, o dano da vizinha na porta, e essa ameaça de que ela iria entrar para agredir as crianças, segundo a menina”, disse.



    [email protected]