Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Menina de 13 anos engravida e choca ao revelar quem é o pai: ‘ele me ameaçava’

    Homem é preso no Recife por estuprar e engravidar a enteada de 13 anos

    Mais um caso bárbaro tem chocado moradores do estado do Pernambuco. Desta vez, um homem de 57 acabou sendo preso pela Polícia Civil, acusado de ter estuprado a enteada, uma adolescente de apenas 13 anos de idade. Segundo a informação da polícia, a adolescente já está no sexto mês de gestação, porém, já vinha sendo abusada pelo padrasto desde os seus 12 anos. Ela foi submetida a um exame de ultrassonografia, que comprovou a gravidez.

    Ainda segundo a polícia, o homem foi preso na última segunda-feira (27), na localidade de Casa Amarela, localizada na Zona Norte do Recife, porém, a notícia só foi divulgada na quarta-feira (29), após a conclusão do caso. O delegado Darlson Freire, responsável pelo caso informou que a prisão do acusado teria sido após um mandato expedido pela 1ª Vara dos Crimes Contra a Criança e o Adolescente.

    publicidade

    Segundo o delegado, a adolescente tem um histórico de violência sexual muito extenso. Ele disse que ela não soube nem ao menos explicar por quantas vezes já havia sido abusada. Segundo ela, o homem utilizava de sua força física para domina-la e em seguida praticava o crime. No início, ele apenas praticava alguns atos libidinosos, porém, ao passar dos dias, foi aumentando suas caricias, chegando a crime de estupro.

    O homem praticava toda a ação dentro da própria residência da garota. A informação é que ele fazia várias ameaças, para que a vítima não o denunciasse. Segundo a adolescente, caso ela contasse apara alguém, ele dizia que mataria a mãe e toda a família dela. “A menina vivia atormentada, sempre com medo e não tinha coragem para denunciá-lo”, disse o delegado.

    publicidade

    Sobre os abusos, a adolescente contou que o homem esperava sua mãe sair para o trabalho. A residência, morava a menina, a mãe e o acusado. O delegado afirmou que quando o caso passou a ser investigado, a menina ainda tentou esconder o verdadeiro agressor, dizendo que havia sido abusada por um outro adolescente, porém, após alguns interrogatórios, a mesma decidiu confessar toda a verdade.

    A mãe da menina não sabia de nada e ficou horrorizada com a notícia. Ela decidiu que a menina não vai abortar a criança, mesmo sabendo que a lei concede total apoio em casos como esse, em que a vítima é estuprada e quando é muito nova, como no caso da adolescente que tem um corpo ainda bem franzino.

    O delegado esclareceu que caso seja condenado, o acusado poderá ficar preso por até 15 anos. Ainda serão necessários alguns exames para poder comprovar que a criança é de fato filha do padrasto. O homem confessou ser pai de outras crianças por várias localidades, porém, sobre a adolescente, ele preferiu ficar em silêncio.