Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Noivo passa mal na igreja e casamento é celebrado dentro de hospital em Maceió

    Resultado de imagem para Noivo passa mal na igreja e casamento é celebrado dentro de hospital em Maceió

    Um dos momentos mais esperado de um casal é o dia do casamento. Aí vem preparativos, igreja, cerimônia, vestido na noiva, buffet. Tudo escolhido a dedo para que o grande dia seja perfeito. Só que na noite desta sexta-feira uma cerimônia de casamento acabou de maneira inusitada: no Hospital Geral Do Estado, em Maceió.


    Corria tudo como o planejado. Um casamento discreto, simples, pra poucos convidados. A noiva chegou até a igreja com uma hora de atraso, até aí nada de anormal, afinal é comum noivas atrasarem. Mas quando a cerimônia começou e o casal estava ali no altar... o padre teve que parar tudo porque o noivo passou mal.

    PUBLICIDADE


    "Ele começou a suar e disse que tava passando mal e eu na hora pedi pra ele sentar. Foram duas tentativas e ele depois desmaiou de vez aí eu falei leva pro HGE", disse o padre Calmon Malta.


    O noivo disse que não se alimentou direito porque estava organizando os preparativos para o casamento. "A minha vista ficou manchada, eu não via mais nada na minha frente. Eu não me alimentei direito, andei muito organizando as coisas acho que foi isso", diz o motorista Regivaldo Roque.


    A noiva, ficou tão nervosa que pensou que perderia o noivo antes de conseguir se casar. "Eu pensei que ia ficar viúva antes mesmo de casar", brincou Adriana.

    PUBLICIDADE

    Com o noivo no hospital o casamento teria que ser remarcado, mas Adriana não pensou duas vezes.


    "Ahh quando eu soube que ele já tava bem eu pedi ao padre pra ir fazer o casamento lá mesmo. O padre não quis disse que teria que ser na igreja, mas eu insisti e ele acabou indo”, afirma.


    Foi assim, dentro do maior hospital público de Alagoas que Adriana e Regivaldo oficializaram a união. O tão sonhado sim foi ao lado de médicos e enfermeiros e com o noivo tomando soro. Fazendo valer os votos do matrimônio, “na saúde e na doença”.


    “Foi inusitado. Tinha gente que eu nem conhecia me ajudando a entrar no hospital vestida de noiva”, diz Adriana Roque.

    ASSISTA NA REPORTAGEM:



    *G1