Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Após virar piada por não saber de economia, Bolsonaro toma atitude surpreendente

    Segundo jornal, Bolsonaro teria contratado professor de economia


    O presidenciável Jair Bolsonaro, deputado federal pelo PSC do Rio de Janeiro contratou o professor Adolfo Saschida para lhe dar aulas de economia básica, informa a coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo. Saschida é pesquisador do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e filiado ao DEM.

    Vale destacar que, na semana passada, uma entrevista de Bolsonaro à Mariana Godoy no programa da jornalista na RedeTV! ganhou destaque nas redes sociais. O deputado disse que não entende muito de economia, em um contexto em que foi questionado sobre o "tripé macroeconômico", composto por taxa de câmbio flutuante e metas de inflação e fiscal.

    "Quem vai falar de economia por mim é minha equipe econômica do futuro". Ao ser questionado se ele está montando a sua equipe, Bolsonaro disse que sim, mas não citou nomes.

    Durante a entrevista, porém, ele fez algumas sinalizações sobre o que pensa sobre a economia. O deputado criticou a “estatização das empresas brasileiras para a China”, mas defendeu as privatizações de alguns setores, em linha com algumas linhas já abordadas em outras entrevistas. Em meio ao seu posicionamento um tanto ambíguo, analistas de mercado seguem céticos sobre como será o seu programa de governo.

    "O mercado ainda é cético, pois Bolsonaro precisa de uma agenda econômica e de nomes fortes. Precisamos de um projeto para colocar o país nos trilhos, não de um salvador. Ainda há desconfiança sobre ele, devido a dificuldade em aprovar medidas, como será a sua relação com o Congresso e até por discursos em alguns momentos liberais e em outros nacionalistas", destacou um analista de mercado em matéria publicada na semana passada.


    No começo da tarde de segunda-feira, contudo, o economista Adolfo Sachsida negou que tenha sido contratado para dar aulas ao presidenciável. "Eu tenho conversado com o deputado Bolsonaro e trocamos muitas ideias sobre economia. Nessas conversas, o deputado expõe suas ideias e ouve as minhas. Em geral, concordamos muito sobre a importância de um governo liberal na área econômica, um governo nos moldes de Ronald Reagan e Margareth Thatcher", afirmou o economista em post no Facebook