Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Morre homem que largou a esposa para estuprar a própria filha no Espírito Santo

    Resultado de imagem para Morre homem que largou a esposa para estuprar a própria filha no Espírito Santo
    Após ser acusado de um crime bárbaro, um homem de 54 anos passou mal e acabou morrendo. Ele foi acusado de ter cometido o crime de violência sexual contra sua própria filha de apenas 12 anos. O caso ocorreu no município de Santa Teresa, no Espírito Santo.


    O caso ocorreu na última quinta-feira (5), e após a morte do acusado, a notícia ganhou grande repercussão em todo o estado. Sua morte deixou todos surpresos e ao mesmo tempo assustados. As pessoas não sabiam o que falar diante do ocorrido, pois as informações eram poucas, porém, aos poucos as causas do ocorrido acabaram surpreendendo a todos.
    Pai alienado estupra filha, passa mal e morre de causa surpreendente




    A polícia acredita que o homem teria morrido por envenenamento, porém só veio a óbito horas depois de ser capturado pela equipe da polícia.

    A informação é que que na casa do homem foi encontrado um frasco de veneno, o que acabou deixando a população ainda mais curiosa, querendo saber o que de fato teria e se houve uma possível omissão de socorro envolvendo o meliante.

    O homem chegou a ser socorrido em uma unidade hospitalar do município, porém não conseguiu resistir e acabou morrendo no local.

    Homem que abusou a própria filha acabou morrendo após ser surpreendido pela polícia

    A polícia informou que o caso está sendo investigado. A filha dele foi encaminhada ao Conselho Tutelar, onde permanecera até que a Justiça decida o seu destino final. O próprio Conselho Tutelar apresentou a denúncia contra o homem na delegacia e segundo informações, o homem já tinha várias outras denúncias sobre a mesma situação envolvendo a sua filha.
    Após largar a esposa, homem transformou a própria filha em sua mulher

    Os atos criminosos praticados contra a menina teriam começado a partir do momento em que ocorreu a separação do casal.


    Em uma disputa na Justiça, o homem conseguiu a guarda da menina. Com a guarda garantida por lei, o homem passou a praticar os abusos contra a mesma.

    De acordo com a polícia, o homem praticava o ato há vários anos, mas só foi descoberto após as denúncias apresentadas na delegacia na última semana. A polícia ainda acredita que os abusos tenham ocorrido desde que a menina tinha apenas 8 anos, época em que o mesmo ganhou o direito de ficar com a filha.

    Dentro da residência do acusado, a polícia ainda encontrou: preservativos e a quantia de R$ 3 mil em espécie. Após chegar na delegacia, o acusado passou mal e foi encaminhado ao hospital de Santa Teresa, onde veio a óbito momentos depois