Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Centro Cultural de Campo Formoso será reformado, após 16 anos desativado

    Prefeitura autoriza reforma do Centro Cultural de CFormoso, desativado há 16 anos

    O Centro Cultural de Campo Formoso (BA) começa a ser reformado, após 16 anos de desativação. A cerimônia de assinatura de ordem de serviço organizada pela prefeitura aconteceu no final da tarde desta sexta-feira (27), em frente ao próprio prédio de espetáculos.

    No evento, participaram secretários municipais, a prefeita Rose Menezes (PSD), vereadores, o deputado estadual Adolfo Menezes (PSD), populares e vários artistas da cidade, entre eles Dalmo Funchal, Gracy Di Kali, Nildinha Galvão e representantes dos grupos Utopia, Culturart, Sapatilha 35, Carinham, Acra, entre outros.

    De acordo com a gestão, a primeira parte da restauração poderá ser concluída entre dezembro deste ano e março de 2018. “Entregaremos o teatro nesta primeira etapa. Teremos depois a parte da biblioteca, a administrativa e outras salas de aulas de dança e música”, disse a prefeita Rose Menezes à reportagem da 98 FM.


    PUBLICIDADE


    Ainda de acordo com a prefeitura, o Centro Cultural terá também estação própria de energia. A segunda etapa da obra está prevista para começar em novembro. O valor inicial da restauração fica em torno de R$ 700 mil e não conta com parceria.

    Segundo o secretário municipal de infraestrutura e serviços, Paulo Henrique de Carvalho, a arquitetura do Centro Cultural não sofrerá muitas alterações. “Ele ainda é uma estrutura moderna, lógico que passou por intervenção no passado, com melhorias, é o caso dos camarins”, afirmou.

    “Pra mim, é muito emocionante, mas acho que o principal do Centro Cultural é revelar novos talentos”, disse o cantor e compositor Dalmo Funchal; “É uma noite especial, uma noite que aguardamos por 16 anos. hoje é uma realidade para cultura do município”, disse Nildinha Galvão do Culturart; “Vai abrir portas para que arte entre novamente nessa casa”, disse Robson França do grupo Acra.


    PUBLICIDADE


    A obra foi uma cobrança do vereador Daniel Muniz (PT).“Buscamos indicar a reforma porque o Centro Cultural vai tirar o jovem da criminalidade, dá opções de culturas”, afirmou Muniz.

    Durante a cerimônia foram realizados shows musicais, apresentação de peças, danças, além da exposição de cerca 20 veículos novos da prefeitura, entre eles ambulâncias.