-->

Senhor do Bonfim

Região

Bahia

Brasil e o Mundo

Entretenimento

ACM Neto reafirma aliança com o PMDB e fala sobre Geddel: “Não tenho mantido contato”



Durante o desfile de 7 de setembro, no bairro do Campo Grande, o prefeito ACM Neto (DEM) falou com a imprensa e se posicionou em relação ao escândalo das malas em apartamento emprestado à Geddel Vieira Lima.

O prefeito fez questão de deixar claro que o PMDB é aliado dos Democratas na Bahia: “Quero dizer claramente que o PMDB é aliado nosso na Bahia. É um momento em que todos nós estamos observando o que vai acontecer”, disse.
Questionado se ligou para o ex-ministro em solidariedade, Neto foi enfático: “Não falei com ele. Na verdade, depois que o ex-ministro foi preso, acho até que por uma decisão dele e de cautela, eu acho que ele restringiu muito o acesso de políticos à sua visitação. Desde esse período eu não tenho mantido contato com o ex-ministro Geddel e eu não tenho condições de informar ou trazer qualquer detalhe do que hoje passa pela cabeça dele”, comentou.

Para finalizar, Neto ainda relembrou sua postura com relação aos casos de José Roberto Arruda e Demóstenes Torres: “Quero lembrar que quando o próprio Democratas enfrentou problemas no passado com filiados seus em Brasília, eu fui o primeiro a defender a expulsão do ex-governador José Roberto Arruda, a expulsão do ex-senador e líder Demóstenes Torres, então eu não tenho essa coisa de que a lei vale para um e não vale para outro”.

“Todos sabem que eu tenho uma relação muito boa com o ex-ministro Geddel Vieira Lima, não vou jamais negar ou esconder isso, agora não quer dizer que se eventualmente ele cometeu algum ato ilícito, eu com isso concorde ou que não vá defender que ele não seja punido. A lei vale para todos, independente se é do partido A, B ou C”, completou.


*Varela Notícias