Houve um tempo que Luiz Inácio Lula da Silva e qualquer outro petista não se preocupava com o deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Mas isso mudou.


Com a proximidade das eleições, que acontecem em outubro do ano que vem, e o crescimento de Bolsonaro nas pesquisas de intenção de votos realizadas por diversos institutos, o candidato que vai deixar o Partido Social Cristão (PSC) e vai mudar para o Partido Ecológico Nacional (PEN), virou alvo.


Em evento realizado nesta sexta-feira (11), na Faculdade Nacional de Direito (FND) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Lula e Dilma discursaram e Bolsonaro foi atacado por ambos.


Postar um comentário :