Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Homem mata o próprio pai com golpes de martelo para roubar R$ 15 mil em Juazeiro



    Foi o caso que ganhou repercussão nesta quarta-feira (23), em todo o país. Um homem que não teve seus dados divulgados, foi preso após ceifar a vida do seu próprio pai com golpes de martelo. Ele tinha como finalidade, roubar a quantia de R$ 15 mil da vítima. O crime foi registrado no município de Juazeiro, na Bahia, porém o criminoso só foi preso quando trafegava pelas ruas da cidade de Santa Maria da Boa Vista, no Pernambuco, município para o qual ele fugiu após praticar o crime contra seu pai, um idoso de 64 anos.


    A Polícia Civil divulgou na imprensa local, a afirmativa de que o homem golpeou por diversas vezes o pai na cabeça. Fato ocorrido no dia 17 do mês de junho deste ano. Tudo teria ocorrido após discussão entre ambos, na residência onde moravam. Logo após o incidente, ele fugiu com destino ao estado do Pernambuco.

    Uma equipe médica ainda chegou a socorrer o idoso, o conduzindo para o Hospital de Traumas de Petrolina, cidade vizinha a Juazeiro. Mesmo com todos os esforços da equipe médica, durante 14 dias internado, a vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no dia 30 de junho.

    Ainda, segundo a polícia, o acusado também teria ameaçado a própria mãe de morte. Ele ficou morando com ela na residência em Pernambuco, logo após ter matado o pai.

    “O dinheiro que o mesmo teria roubado não foi encontrado, porém existe provas reforçadas de que ele seja o autor.


    Uma vez que pedimos a prisão preventiva, que de imediato foi outorgada pelo juiz. Chegaram dezenas de informações até nós, informações que confirmam que o acusado tinha inúmeros casos de desentendimento com o pai. O que nos chama a atenção é que quando o mesmo foi preso, ele afirmou que iria fazer com a mão o mesmo que tinha feito ao pai”, esclareceu a delegada Lígia Nunes, coordenadora regional da Polícia Civil de Juazeiro.

    Sobre a quantia desaparecida, a polícia afirmou que segue investigando para descobrir o paradeiro do dinheiro. No interrogatório, o acusado negou que teria roubado o dinheiro. A mãe do mesmo também será ouvida nos próximos dias para detalhar mais informações que possam ajudar a polícia nas investigações. Enquanto isso, o acusado segue preso na delegacia de Juazeiro.