Detido, o agressor ligou para a ex-mulher na delegacia e ameaçou matá-la, dizendo que ela ficaria com ele nem que fosse "no inferno".


A Polícia Civil de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá) prendeu Getúlio Amarantes, 40 anos, conhecido como Macarrão, após ele tentar matar a ex-mulher por duas vezes e ameaçá-la de morte, na terça-feira (25), no bairro Vila Mineira. Após ser preso e encaminhado para a delegacia, ele ligou novamente para a vítima e afirmou que iria matá-la e beber o sangue dela.


De acordo com os investigadores de polícia, o homem ainda disse que a mulher iria ficar com ele, nem que fosse "no inferno". A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (Dedem), com apoio de agentes plantonistas da 1ª Delegacia de Polícia e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).


De acordo com a Polícia Civil, a primeira tentativa de assassinato aconteceu no sábado (22), quando Getúlio tentou matar a mulher com golpes de canivete, no meio da rua. O agressor foi impedido por um homem que passava no local e presenciou o fato.


Já na última terça-feira, o homem invadiu a casa onde a vítima trabalha com uma faca em mãos, para cometer o assassinato. Porém, de acordo com a polícia, o cachorro da família avançou, impedindo o crime e o homem fugiu.


Após ser preso, durante o registro do boletim de ocorrência, ele reiterou as ameaças à mulher por telefone, e disse que iria matá-la e beberia o sangue dela.


Getúlio será enquadrado nos termos da Lei Maria da Penha. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e ameaça.



Repórter MT 

Postar um comentário :