-->

Senhor do Bonfim

Região

Bahia

Brasil e o Mundo

Entretenimento

Justiça autoriza apreensão de espadas em Senhor do Bonfim; moradores denunciam brutalidade



Na última semana, à prefeitura de Senhor do Bonfim recebeu a recomendação do Ministério Público da Bahia, para que não fosse promovida a tradicional "Guerra de Espadas". Porém a recomendação não foi aceita por parte da prefeitura, que afirma que a guerra de espadas já faz parte da tradição do município.

Na manhã desta quarta-feira (21), a Justiça concedeu autorização para a Polícia Civil fazer busca e apreensão de espadas nas casas de alguns moradores do município. A ação da polícia foi extrema e segundo informações de testemunhas, toda ação foi "com brutalidade" e um portão de uma das casas invadidas pela pelos policiais chegou a ser totalmente arrancado.

Segundo informações da polícia, um homem identificado como Dori foi preso com 72 espadas dentro de sua residência. Ainda tiveram outros 10 mandatos de busca e apreensão.

O delegado Felipe Nery, informou que os mandatos de busca e apreensão, foi expedido pelo juiz Teomar Almeida de Oliveira, a pedido do Ministério Público da Bahia. 

O que os moradores não conseguíram entender é que no mês anterior a Câmara de vereadores de Senhor do Bonfim aprovou com unanimidade o projeto que transforma a guerra de espadas em patrimônio cultural do município.

Mesmo com os acontecimentos, o vice-prefeito de Senhor do Bonfim, deixou esclarecido que vai haver sim a tradicional guerra de espadas no próximo dia 23 de junho.