-->

Senhor do Bonfim

Região

Bahia

Brasil e o Mundo

Entretenimento

Eleitor tem direito a faltar trabalho para fazer recadastramento biométrico

Qualquer eleitor que precisar faltar no seu trabalho a fim de realizar o cadastramento da biometria fica proibido de ter esse dia descontado no seu salário. A informação foi repassada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Qualquer cidadão que for a um cartório ou pontos da Justiça Eleitoral vai receber um atestado de comparecimento.
O recadastramento biométrico já é obrigacional na maioria das cidades por todo o Brasil. Consulte se o seu município está incluso na lista de cidades com o recadastramento biométrico obrigatório.
O eleitor que não comparecer a uma unidade para realizar o cadastro ou recadastramento estará sujeito a ter seu título cancelado. Caso ocorra o cancelamento, o eleitor poderá sofrer restrições no CPF e até mesmo sofrer dificuldades na hora de se cadastrar para obter alguns benefícios do Governo Federal. Além de ficar restrito na emissão de passaporte, receber algum tipo de pensão federal e até mesmo impedido de se matricular em uma faculdade e assumir cargos públicos.
O recadastramento é obrigatório a todos os eleitores, inclusive aqueles que tem o voto facultativo (eleitores de 16 a 18 anos, maiores de 70 e analfabetos).

Saiba qual documentos são necessários para realizar o recadastramento biométrico
 - Documento de identificação com foto (Exemplo.: original e cópia original do RG, Carteira Profissional, CNH, Passaporte, Certificado de Alistamento Militar ou Carteira de Reservista);
- Comprovante de residência cópia e original (com três meses de emitido no máximo), esse deve ser no nome do eleitor e pode ser também de um parente
 - Caso seja a emissão do 1º título eleitoral, é necessário que o eleitor tenha em mãos a original e cópia do comprovante de quitação do serviço militar (apenas homens na idade entre 18 e 45 anos).

CUIDADO
- A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) não é um documento válido para o processo de identificação na hora do alistamento eleitoral (1º título de eleitor) por não conter nacionalidade/naturalidade, do mesmo modo o Passaporte, por não mostra a filiação.
- Caso você tenha o título eleitoral anterior deve levá-lo na hora de fazer o recadastramento biométrico. Se você tiver perdido não será necessário apresentar um boletim de ocorrência.
CONSULTE DÉBITO 
Antes de se dirigir a um cartório, é necessário que você faça uma consulta, para saber se existe débitos em seu nome para com a Justiça Eleitoral. Para fazer a pesquisa, acesse o site (www.tre-ba.jus.br). No menu principal você encontrará as instruções clicando em: Eleitor > Débitos do eleitor. Caso exista débito, a multa deverá ser paga antecipadamente. Após o pagamento, não se esqueça de levar o comprovante de pagamento para realizar o recadastramento.