-->

Senhor do Bonfim

Região

Bahia

Brasil e o Mundo

Entretenimento

Pastora é flagrada em motel pelo marido no Maranhão; assista ao vídeo




Ela era popularmente conhecida por pregar os fiéis da sua igreja sobre a importância de se ter uma família, dava conselhos sobre fidelidade e até mesmo falava que as mulheres deveriam respeitar os seus cônjuges, mas na sua vida ela praticava tudo tolamente diferente.

Recentemente uma mulher foi acusada de trair o próprio marido com outro homem em um motel no Maranhão. Segundo o marido, a mulher também tem um cargo ocupacional de pastora em uma igreja a qual frequenta.

Isso tudo aconteceu nesta primeira semana do mês de maio e somente hoje a notícia acabou ganhando repercussão por todo o Brasil. O marido traído revoltado com a situação em que se encontrava naquele momento utilizou seus recursos tecnológicos para filmar a ação e expor na rede. Sua reação causou mais indignação por ter conhecimento que a mesma é pastora e teve um comportamento que para muitos no meio evangélico é abominável a um relacionamento. Ele conseguiu dar o flagrante bem no momento em que a mulher estava aos braços de outro homem dentro do motel. Ele pôs a mulher para fora do estabelecimento e antes que reagisse de forma agressiva resolveu acionar a polícia a fim de encaminhar a mesma para uma delegacia. Enquanto ele esperava a viatura chegar, mantinha a esposa junto dele, com isso inúmeros curiosos se aproximavam para saber o que ocorria naquele local com câmeras de celulares as pessoas gravavam todo o escândalo.

Não deu outra! O vídeo viralizou. Só que o homem traído parecia não ter conhecimentos sobre a legislação brasileira, onde a esposa do mesmo não poderia ser encaminhada a delegacia pelo fato de adultério, pois essa prática aqui no Brasil não é considerada um crime.

A atitude da pastora de ter cometido tal ato, por mais imoral que tenha sido não é ilegal nem muito menos ilícita.

A pergunta então é: Nesse caso, qual reação deveria ter tido o marido da pastora? O que ele quisesse! Mas entrar na justiça com um pedido de separação seria a melhor sugestão. Só não pode partir para violência física, pois já estaria qualificado no crime de agressão sendo penalizada na Lei Maria da Penha.

Mesmo com toda a repercussão do vídeo, o marido traído ainda poderá pagar uma boa indenização por danos morais a sua esposa, caso fique provado que ele seja o responsável por divulgar o vídeo na internet.

Segundo a imprensa da cidade local, o escândalo envolve a conhecida pastora Albeani Santos, que residente atualmente na cidade de Bacabal. Ainda segundo informações a pastora seria participante da igreja Assembleia de Deus Pioneira.

O marido traído a pegou pelos cabelos e a imobilizou em frente ao motel, dizendo que só sairiam dali depois que chagasse uma viatura da polícia para encaminha-la para a delegacia. Sua finalidade era justamente registrar em boletim de ocorrência o flagrante do adultério.

“Olha pessoal, essa é uma pastora que eu peguei dentro de um motel. Eu a flagrei no motel. Eu sou apenas um trabalhador, trabalho todos os dias para sustentar ela e no final olha só o que ela me dá”, fala o home para a multidão de pessoas que acompanhavam o caso.

Populares chegam a pedir para que ele a solte, mas ele se nega e segue com a humilhação.

De acordo com alguns veículos locais, a adúltera certamente ficará com a imagem prejudicada, pois tinha prestígio na igreja e costumava viajar para outros templos evangélicos como representante da Assembleia de Deus.



Assista ao vídeo: