Sentado, enquanto assistia televisão, o russo Igor Alexeev descobriu que a própria mulher trabalhava como prostituta. Na TV, assistiu imagens da mulher sendo presa, na cidade de Ufa, em uma operação da polícia local. Tudo transmitido ao vivo.

Maria foi algemada e leva para a delegacia usando apenas a lingerie que vestia na hora da operação. A prisão foi televisionada para todo o país. Desesperado, Alexeev acabou descobrindo pela TV, e depois através de buscas na internet que a mulher se prostituía e cobrava até R$ 600 pelo serviço.

Alexeev pediu divórcio e agora briga na Justiça para proibir a mulher de se encontrar com a filha do casal. Maria continua presa. À Justiça da Rússia, ela alegou que o marido não ganhava suficiente e que ela decidiu se prostituir para ajudar a sustentar a família, segundo o Uol.

Postar um comentário :