Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Victor fala pela primeira vez sobre denúncia de agressão contra sua esposa

    Durante um show no último domingo (19), na cidade de Biguaçu (SC), O cantor Victor, da dupla Victo e Leo, falou pela primeira vez sobre as acusações de agressão contra sua esposa, Poliana Bragatini.
    “Você passa por um momento muito difícil na sua vida e de repente você ver a verdadeira essência de conhecer e respeitar o lado de alguém e respeita-lo quando o ver passar por uma grande dificuldade...
    ...Todo mundo crer no que quer e não naquilo que é verdade. Afinal não conhecemos a verdade. As pessoas que confiaram e acreditaram em mim, sabem do meu lado bom, do lado humano e também artístico”, disse
    E continuou falando sobre o caso: “Agora, enquanto eu vejo muita gente me xingando, julgando e me condenando pelo acontecido, eu aprendi que, quando eu vi aquelas centenas de pessoas me condenando sem ao menos haver qualquer julgamento eu vi que a minha ficha tinha caído e então eu disse: Eu já fui semelhante a vocês. Hoje sou menos”, completou Victor, e agradeceu aos fãs e a seu irmão por todo apoio recebido.

    Relembre o caso
    A esposa de Victor, registrou um boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher, em Belo Horizonte (MG), o qual alegava a agressão por parte do sertanejo.
    O boletim da ocorrência dizia que Poliana foi violentada por motivos fúteis e também afirmava que após ser agredida, ela foi barrada por um segurança ao tentar deixar o local.
    Uma vizinha quem a ajudou sair do local, mesmo assim só no dia seguinte.
    Tudo aconteceu no apartamento do casal, localizado no bairro Luxemburgo. Centro-sul de Belo Horizonte.


    Mulher de Victor defende o marido.

    Alguns dias após registrar a queixa contra o marido, a mulher do de Victor, Poliana Bagatini, surpreendeu a todos, depois de postar em sua rede social Instagram, um esclarecimento defendendo o sertanejo, no seu comunicado ele afirmava que Victor não avia lhe machucado e nunca a machucaria.

    “Tudo não passou de um desentendimento com minha sogra e  vi na polícia um lugar que me ampararia, queria que fosse uma investigação penal de forma fechada, mas quando vi já estava meu nome e o de minha família exposto em jornais e meios de comunicação”, Afirmou Poliana Bagatini.