-->

Senhor do Bonfim

Região

Bahia

Brasil e o Mundo

Entretenimento

Acessando

Mulher aproveitava aparência e tamanho de criança para traficar drogas

Com 1,30 metro e aparência de criança, uma mulher de 18 anos foi presa, no fim da tarde de quarta-feira (08), na zona Leste de Ribeirão Preto, depois de ser abordada por policiais militares enquanto vendia entorpecentes. Ela foi indiciada por tráfico de drogas, mas acabou libertada durante a audiência de custódia, realizada nesta sexta (10). Segundo a polícia, Tatiana Cristina da Silva foi abordada pelos policiais, que encontraram na mão dela 18 trouxas de maconha e dois pinos de cocaína, além de R$ 30 em dinheiro.


Ela contou aos policiais que vendia a maconha e os pinos de cocaína pequenos por R$ 5. Os grandes custavam R$ 10 e, a cada 28 porções de entorpecentes vendidas, ela recebia R$ 40. Segundo o delegado Gustavo Alves, da Dise (Delegacia de Entorpecentes) de Ribeirão Preto, que cuida das investigações, Tatiana foi abordada por policiais que patrulhavam as ruas do Jardim Helena e suspeitaram de tráfico devido à grande movimentação na rua. Eles procuraram por eventuais suspeitos, mas não encontraram.


Foi então que perceberam que Tatiana começou a agir de forma estranha e decidiram abordá-la. "Ela parece uma criança e, como não fica com o entorpecente, acaba sendo mais difícil para a polícia conseguir as provas", disse. O delegado informou ainda que Tatiana já tem passagens anteriores pela polícia por tráfico de drogas, quando menor, e que chegou a ser averiguada em outra ocorrência de tráfico depois que fez 18 anos, mas acabou não sendo indiciada. "Talvez por ter cara de criança, a Justiça tenha resolvido soltá-la durante a audiência de custódia. Mas ela é perigosa e será indiciada", disse.

Fonte: Uol.