-->

Senhor do Bonfim

Região

Bahia

Brasil e o Mundo

Entretenimento

Acessando

“Meu desejo é rasgar a Bíblia”, diz diretor de “A Bela e a Fera”



Após muitas críticas e causar polêmica, a cena envolvendo homossexualidade no filme “A Bela e a Fera”, que é destinado ao público infantil. 
O empresário e diretor Bill Condon, disse em uma entrevista, que o objetivo foi realmente de mudar o roteiro do filme, levando o assunto abertamente para o lado gay. Ele também causou polêmica em declarações abertas e anticristãs divulgadas nas redes sociais e em canais de televisão.
Ele cedeu uma entrevista à revista Passport, no ano de 2012, voltada totalmente ao público homossexual, ao ser questionado sobre o que fazia em primeiro lugar ao entrar em um hotel após um exausto dia de trabalho, ele respondeu que pegaria uma bíblia sagrada e arrancaria todas as suas páginas. Logo em seguida lamentou por hoje em dia, os quartos dos hotéis não colocarem mais bíblias disponíveis.
A resposta causou muita confusão entre os seus admiradores e o público em geral. Embora o seu novo filme esteja fazendo um enorme sucesso de bilheterias, há centenas de líderes cristãos se reunindo para fazer campanhas com o intuito de boicotar o filme do diretor.
Segundo os lideres religiosos, o filme esta totalmente distorcida da sua versão original, escrita e lançada no ano de 1993, onde não existia a insinuação de relação sexual entre os protagonistas, hoje interpretados por Luke Evans (Vilão Gastón) e o assistente Josh Gad (Assistente Lafou).
“Ás cenas d modo algum fazem parte do conto original, onde se baseia toda a versão animada do ano de 1993”, afirma os líderes religiosos.
O site Life Site News, afirmou que o diretor voltou a dizer que se sente feliz com a iniciativa e esta muito feliz por ter um momento exclusivamente gay m um filme reproduzido pela Disney.
O filme será lançado na Malásia no próximo dia 30 de março e tem a classificação indicativa de 13 anos de idade e será exibido sem cortes. Autoridades da Malásia chagaram a pedir cortes nas cenas do filme, mas a Disney se negou a fazer isso.
No último final de semana, o filme teve um sucesso enorme de lançamento e arrecadou mais de US$ 175,7 milhões na América do Norte.