Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Saúde masculina: conheça 4 sintomas que não devem ser ignorados




    Você acredita que os homens tendem a ignorar os sintomas óbvios mesmo quando apontados pelos próprios médicos? De uma coisa a sabedoria popular está correta: as mulheres analisam mais seus corpos e procuram ajuda quando algo não está normal. Já os homens, só procuram os médicos quando estão com próximos à morte ou obrigados pelas esposas.

    Na opinião do Dr. Barron Lerner, professor de Medicina da Universidade de Columbia, EUA, os homens apresentam esse comportamento para serem considerados “fortes”. “Ou talvez seja negação. Talvez eles pensem que se negarem a existência do problema, ele não exista”, completa.

    Já para o Dr. Harver Simon, professor de Medicina de Harvard, esse comportamento pode ser chamado de “fenômeno avestruz”. “Os homens têm muita chance de enfiarem as cabeças na areia e esperar que quando voltarem tudo estará normal. É uma ideia muito, muito ruim”. De acordo com os especialistas, a lista dos sintomas que não deve ser ignorada pelo homem é imensa. Porém, separamos quatro que devem ser analisados antes que seja tarde demais.

    1 – Dor no peito

    Você pode até pensar que não há a possibilidade de ignorar uma dor no peito, mas segundo os médicos, esse sintoma é ignorado a todo instante. 

    De acordo com Dr. Joseph Scherger, os pacientes pensam “‘puxa, eu estou apenas fora de forma’, ‘estou com indigestão’ ou ‘estou sob muita pressão”. Dr. Harver contou que sempre diz aos seus alunos de Medicina que “o sintoma mais comum de ataque cardíaco é dor no peito e o segundo sintoma mais comum é a negação”. Portanto, esse é um aviso para homens e mulheres: qualquer sinal de pressão, dor no peito ou falta de ar, não deve ser ignorado.



    2 – Gordura abdominal

    Você sabia que determinados lugares de gordura no corpo podem prejudicar mais o seu corpo? Segundo o Dr. Fisch, a “gordura abdominal é a pior gordura que você pode ter”.

    “Uma barriga grande é sinal de que o homem tem baixos níveis de testosterona. E quanto mais baixa a testosterona, maior o risco de Diabetes e Doença Coronária ou Arterial”, completou. 


    3 – Problemas de ereção

    Esse é um assunto que nem todo homem tem facilidade de falar. A Impotência Sexual pode ser psicológica, porém também pode ser fruto de uma doença cardiovascular. “O pênis é um indicador do nível da saúde corporal”, comentou Fisch. Isso significa que se as artérias que bombeiam o sangue para o pênis não estão funcionando, pode ser sinal dos mesmos defeitos da irrigação do coração e cérebro.

    Por esse motivo, os especialistas alertam que nem sempre o Viagra é o único remédio que deve entrar em ação. “Um médico deve procurar nestes homens alguma doença da artéria coronária, pressão alta e colesterol, [problemas] que estão comumente ligados à disfunção erétil”, explicou Simon.



    4 – Urinar constantemente

    Urinar com frequência pode caracterizar Prostatite – inflamação na glândula da próstata. “Eu perguntaria ao paciente se ele está levantando durante a noite para urinar, e ele dirá: ‘Ah, sim, duas ou três vezes.’ Eu pergunto se isso o incomoda, e ele diz que não. Eu digo a ele que deveria” Disse Fisch.


    [ CNN ] [ Fotos: Reprodução / Flickr ]