Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Menina de 11 anos é estuprada e ameaçada pelo próprio pai; suspeito foi preso em PE



    Um homem de 47 anos foi preso na noite de terça-feira (4) no município de Paulista, na Região Metropolitana de Recife, suspeito de estuprar a filha de 11 anos. De acordo com informações do "G1", esta não foi a primeira vez que a menina sofreu violência sexual do pai.


    O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável. Os pais da menina são separados e a vítima tinha ido com um irmão de 10 anos visitar o pai e jantar com ele na segunda-feira (3). O homem tem ainda uma outra filha de 9 anos com a ex-mulher.


    Ela, o irmão e o pai dormiam na mesma cama de casal. No meio da noite, a vítima acordou com o vestido levantado e o short arriado, enquanto o pai estava encostado nela por trás e segurava seu cabelo. Ela ainda tentou acordar o irmão, mas não obteve sucesso. 


    “Depois que terminou, o pai foi ao banheiro e ela ia sair dali de madrugada mesmo, mas a porta do quarto estava trancada. Ela voltou pra cama e conseguiu adormecer muito tempo depois. De manhã, o menino acordou e foi ao banheiro, o pai disse a ela para não contar à mãe, porque, em caso de denúncia, ele não ia dar o celular pra ela nem ia fazer a festa de aniversário dela”, contou o delegado Antônio de Campos, titular da Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente e Atos Infracionais (DPCCAI).

    Quando a menina chegou em casa, a mãe percebeu que ela estava triste e questionou se tinha acontecido alguma coisa. A menina contou sobre o estupro e as duas foram na delegacia e prestaram queixa. "Eu disse à mãe que, quando soubesse onde o suspeito estava, atraísse ele para algum lugar. Ela marcou com ele numa praça e mostrou a foto do Facebook dele, e os policiais o identificaram”, relatou o delegado. 

    A polícia informou também que o homem já havia colocado a mão na vagina da filha em uma outra ocasião. Na época, a mãe impediu que as crianças continuassem a visitar o pai e ele só veria os filhos na presença na ex-mulher. Depois, após pedidos dos filhos, ela voltou a permitiu que eles visitassem o pai. 

    *Correio24Horas