-->

Senhor do Bonfim

Região

Bahia

Brasil e o Mundo

Entretenimento

Vídeo mostra momento em que delegado é morto a tiros na Bahia




Assista:




Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que o delegado Luís Carlos Ribeiro Couto, 59 anos, foi baleado e morto por dois bandidos na tarde de sábado (2), em frente ao condomínio Villa Atlântica, em Lauro de Freitas, onde morava. Os suspeitos chegam em um veículo branco, que estacionam antes da entrada do condomínio. As imagens mostram eles descendo e se aproximando do local. É possível ver que o suspeito de camisa branca faz os disparos aparentemente sem nenhuma abordagem. O corpo do delegado foi sepultado hoje à tarde no Cemitério da Ordem 3ª do São Francisco, na Baixa de Quintas.


O crime aconteceu por volta das 13h. Luís Carlos saiu para jogar o lixo do lado de fora do condomínio onde morava e era o síndico, quando suspeitou de dois homens que estavam nas imediações. Ele voltou para casa e pegou uma arma. Ao retornar, foi atingido no peito. Os criminosos fugiram logo após os disparos. A mulher do delegado vinha logo atrás e o abraçou.


Para a polícia, o que houve foi uma tentativa de assalto, mas vizinhos contaram que haviam dois carros suspeitos na rua. De um deles, dois suspeitos já saíram atirando, atingindo o delegado, assim como mostram as imagens. Foram ouvidos cinco tiros, mas a polícia só confirmou um. O delegado chegou a ser socorrido para o Hospital Geral Menandro de Faria, mas não resistiu aos ferimentos.


Os objetos de valor que eram usados pela vítima não foram levados. Segundo informações colhidas no local do crime, o delegado estava fiscalizando uma obra que era realizada na calçada do condomínio. Ao ouvir os disparos, os vizinhos saíram de casa e um deles prestou socorro à vitima. O delegado, que já tinha 23 anos de polícia, iria se aposentar no ano que vem.

A PM foi acionada, mas quando chegou ao local a vítima já tinha sido socorrida. Segundo a Polícia Civil, Luís Carlos era plantonista na 11ª Delegacia, em Tancredo Neves.

O caso está sob os cuidados do delegado Odair Carneiro, que comanda a força-tarefa da Secretaria de Segunraça Pública (SSP) responsável por investigar crimes contra policiais. Equipes da Polícia Militar, do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) e do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) fazem buscas na região do crime.