Header Ads

  • Concurso e Empregos

    Secretaria de Saúde registra 10 crianças com microcefalia em Senhor do Bonfim



    DIVULGAÇÃO EM NOTA OFICIAL:
    A Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, através da Secretaria Municipal de Saúde, vem a público esclarecer a comunidade a respeito dos casos de Microcefalia.

    Desde a publicação das primeiras orientações oficiais do Ministério da Saúde sobre a possível relação causal entre o Zika Vírus e o aumento dos casos de Microcefalia no Brasil a Secretaria Municipal de Saúde vem empreendendo a busca ativa de todos os bebês nascidos na maternidade do Dom Antonio Monteiro e Hospital e Maternidade Dr. Paulo Hilarião com o intuito de identificar todas as crianças nascidas a partir de 2015 com perímetro cefálico igual ou inferior a 32 centímetros.

    O município de Senhor do Bonfim está monitorando, até o momento, 10 crianças com perímetro cefálico igual ou inferior a 32 centímetros, consideradas suspeitas de acordo com as orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde. Todos os casos estão devidamente registrados através do RESP (Registros de Eventos em Saúde Pública) e sendo acompanhados pela Vigilância Epidemiológica Municipal e Equipes de Atenção Básica.

    Para atender as famílias todos os profissionais da Atenção Básica, Obstetrícia e Pediatria da rede municipal foram capacitados, ainda no mês de dezembro, e o município já dispõe de um fluxo mínimo de encaminhamento para essas crianças no Sistema Único de Saúde, estando entre os primeiros do estado a definir a Rede de Atenção Municipal para a criança com Microcefalia.

    Nesse momento alertamos a comunidade da importância do combate ao mosquito em cada domicílio. A potencialidade e os desdobramentos do Zika Vírus ainda não são conhecidos pela comunidade científica mundial e os cuidados com as mulheres em idade fértil, gestantes e crianças devem ser redobrados. Diante do aparecimento de sintomas os usuários devem procurar as unidades básicas de saúde; as notificações são indispensáveis para o controle do vetor, o redesenho das políticas de combate ao mosquito e para a formulação de novas políticas públicas de saúde.

    Estão desautorizadas quaisquer veiculações de informação que possibilite a identificação pessoal dessas crianças por parte dos nossos funcionários e em tempo pedimos que a privacidade dessas famílias e, sobretudo dessas crianças seja respeitada.